Britiande

Reza a história que a lenda mais conhecida desta vila é a que lhe deu nome.
Chama-se assim porque quando D. Afonso Henriques ali passou com os seus homens, havia nozes pelo chão. Vinha com pressa, mas os soldados arregalaram o olho. E deu esta ordem: Brite e Ande –“Britiande”.


No Largo de S. Sebastião, fronteiro à Casa de Santo António de Britiande, está o Pelourinho e a Capela de S. Sebastião.
Logo a seguir a Igreja Matriz, ricamente decorada com um belíssimo altar-mor e paredes laterais ornamentadas com frescos do séc. XVIII. Dê um passeio e aprecie as capelas espalhadas pela freguesia, bem como os solares, datados do século XVIII: a Casa dos Sá Pereira e a Casa dos Teixeira Rebelo.

 

VÍDEOS PROMOCIONAIS - EIXO URBANO DO DOURO

DOURO ALIANCE